2016

2016

15 janeiro 2014

bom dia

ontem podia ter sido um dia menos bom. podia e quase foi. depois lembrei-me deste post [e de tudo o que o workshop Life Change já fez por mim] e fiz o exercício óbvio: não quis trazer para o dia de hoje tudo aquilo que me magoou ontem, por isso fiz uma espécie de resumo mental das coisas boas que me aconteceram durante o dia. e, de repente, foram tantas e eu nem me tinha apercebido.
um projeto profissional novo, que me está a entusiasmar tanto, porque finalmente tenho a possibilidade de fazer o que mais gosto, sem constrangimentos e com total liberdade. um elogio sincero desta nova pessoa com quem trabalho e que me valeu o dia. um almoço divertido, com pessoas de sempre. ter uma ideia feliz, que vai juntar um destes dias duas pessoas que têm a mesma paixão pelo que fazem, cada uma na sua área, e que são profundamente inspiradoras e motivadoras, a fazerem o que sabem fazer melhor. terminar o Abraço, do José Luís Peixoto [post sobre isto mais logo]. ter uma sessão de Homeland planeada, que foi substituída inesperadamente por um par de horas de boa conversa com uma pessoa que estou a adorar conhecer. e, claro, um gosto muito de ti vindo de uma das pessoas que mais agradeço ter entrado recentemente no meu caminho.
se estas não são razões suficientes para estar agradecida e com o humor e o ego afagados, não sei quais serão. :)


imagem

2 comentários:

Polliejean disse...

Que bom haver dias assim para nos fazer esquecer os dias menos bons :)

Enjoy the Ride disse...

na verdade, os menos bons só o são porque nós deixamos.