2016

2016

23 setembro 2013

da (melhor) família (do mundo)

não há no mundo melhor do que ter uma família. sobretudo quem, como eu, tem uma que nunca mais acaba. por vezes andamos às turras, fingimos que esquecemos algumas coisas, outras engolimos com mais dificuldade... mas não conheço nenhuma família tão unida como a minha. ainda mais se pensarmos que, quando há muita gente, o mais provável é haver mais chatices. na nossa não: nas horas de aperto, esquecemos tudo o que nos magoou em dado momento, e damos as mãos. todos. e já vos disse que somos muitos?
de dois em dois anos, sempre em setembro, juntamos a família toda (os primos dos primos dos primos em terceiro grau também) e fazemos um congresso de família. mas é uma coisa a sério, com uma organização atribuída, atividades programadas, uma missa só para nós e muitos, muitos momentos bons para recordar. daqueles que enchem o coração. encaixar mais de cem pessoas num único espaço um fim de semana inteiro, é tarefa complicada, mas sempre superada da melhor forma. desta vez foi na Foz do Arelho e tivemos a sorte de o S. Pedro nos brindar com um final de verão quente e magnífico. 
e é por tudo isto que esta semana começa melhor: porque com o coração cheio, o mundo parece um sítio muito melhor para se viver.





todas as fotos tiradas pela minha irmã (sem filtros)

Sem comentários: