2016

2016

27 fevereiro 2014

Pano para mangas

ler pela primeira vez o nosso nome num agradecimento de um livro é uma vaidosice. é mesmo, não vou estar aqui com coisas, que uma pessoa fica orgulhosa. 
no lançamento, sem que nada o fizesse prever, de novo. o meu nome, dito pelo autor, em jeito de agradecimento, e pela pessoa que apresentou o livro, como um exemplo de quem está nos bastidores e contribui para que o produto final seja o esperado. ouvir assim, perante tantas pessoas que não conhecemos, o nosso nome destacado é bonito. sobretudo quando, junto a ele, se lembra um grande profissional que já partiu e a quem devo grande parte daquilo que hoje sei e sou, a pessoa que me acompanhou desde o primeiro dia em que estagiei.
foi a primeira vez que assisti à apresentação de um livro. este teve, tem um sabor muito especial, porque é de alguém de quem gosto muito e com quem tenho aprendido e crescido tanto. não é pelo nome, é pelo privilégio de poder conhecê-lo e trabalhar com ele. porque, no trabalho como na vida, as pessoas são sempre o mais importante.

mais aqui

Sem comentários: