2016

2016

21 abril 2014

o som do mar

conheci a Joana Astolfi, arquiteta e artista plástica, por razões profissionais. curiosamente, o mote foi uma peça magnífica, as iShells, uma espécie de auscultadores que celebram o som do mar. a história que está na sua origem, contou a Joana, é simples: estava na praia, relaxada, a ouvir o som do mar. ao seu lado, um adolescente com uns auscultadores nos ouvidos, com a sua música. e olhando para aquele cenário, a Joana pensava como seria possível ignorar aquele som maravilhoso e calmante que vem das ondas do mar em detrimento de uma qualquer banda rock. assim nasceram as iShells.
serve esta história para dizer que hoje me lembrei da Joana. ao final da manhã, fui fazer uma caminhada junto ao mar. levava, como sempre levo, a minha música comigo. precisava daquele tempo sozinha. a meio do percurso, porque o sol estava quente, deitei-me no muro da praia a apreciar aquele momento, enquanto o sol me aquecia e enchia a cara de sardas. desliguei um pouco a música e apercebi-me que a Joana tem razão: que não há som mais relaxante do que o mar ali ao lado. não há música, por mais tranquila que seja, que o supere. e deixei-me ali ficar um pouco. uma manhã como todas deviam ser.

2 comentários:

koklikô disse...

tão bom ... já tenho saudades de parar, fechar os olhos e ficar a ouvir o barulho das ondas :)

Enjoy the Ride disse...

soube-me pela vida. uma dose diária deste pequeno prazer e a vida parece mais simples.