2016

2016

25 julho 2014

do sentido da música

há algo de libertador em limpar o leitor de música. apagar uma série de músicas que associamos a momentos passados e trazer outras, com um novo espírito e a promessa de mais momentos, diferentes.
o meu mp3 é pequenino, cabem lá pouco mais de 150 músicas. talvez por preguiça, ou porque queria manter vivas algumas memórias, apagava três ou quatro, que iam rodando pelos novos hits que passavam na rádio e pouco mais. ontem, um dia tão bom [melhor do que qualquer outro], cheguei a casa e mudei a música. assim, como se isso significasse mudar de vida. ou de direção. definitivamente. trouxe do baú umas quantas canções que me acompanham há anos, só porque sim. outras que conheci recentemente e que passaram a fazer parte dos meus dias. e é com todas elas que hoje, na viagem para sul, vou sonhar com o que há-de vir e que desconheço. e desejar que todos os dias sejam feitos de melodias que marcam uma nova fase na banda sonora da minha vida. 

Sem comentários: