2016

2016

30 janeiro 2015

O Homem da Areia II

agora que chegou ao fim, já o posso dizer novamente: este é um belíssimo policial. Lars Kepler nunca desilude e tem sempre o condão de me agarrar desde a primeira página. houve um ou outro pormenor que ficou sem explicação, mas perdoa-se esse pequeno deslize pelo fio condutor da história, com um enredo muitíssimo bem montado, numa corrida contra o tempo. as personagens, a maior parte das quais conhecemos dos volumes anteriores, têm uma densidade psicológica impressionante e as descrições são tão reais, que quase conseguimos sentir-nos nos lugares onde a ação acontece. o livro é viciante, de tal forma que foram muitas as noites em que, em vez de me ajudar a adormecer, a leitura me despertou. agora é esperar pacientemente pelo próximo, já que, quando tudo se encaminha para a resolução, o final ficou em aberto mesmo na última página.

Sem comentários: