2016

2016

18 fevereiro 2015

Grand Budapest Hotel

tinha as melhores expectativas para este filme e, talvez por isso, não tenha ficado tão maravilhada quanto gostaria. é um filme à Wes Anderson (Um Peixe Fora de Água, de 2004, ou The Darjeeling Limited, de 2007), com muito de non sense, mas onde a memória e a forma como ela liga às personagens ao presente é o fio condutor da história. Moustafa, na sua juventude conhecido por Zero, era o refugiado que se tornou paquete no Grand Budapest Hotel, numa época entre guerras, em que o lugar tinha muito prestígio. Zero passa a ser o protegido de Monsieur Gustave, o concierge do hotel, que acaba por se afeiçoar a ele, quando, acusado e preso pelo roubo de um quadro renascentista, foge da prisão e tenta provar a sua inocência. um filme muito diferente do que esperava encontrar, mas ainda assim tão divertido quanto carinhoso, com um elenco de estrelas, por onde passam Ralph Fiennes, Jude Law, Adrien Brody, Edward Norton, Willem Dafoe ou Tilda Swinton, entre outros. 

Sem comentários: