2016

2016

23 março 2015

programa de sábado à noite

sempre que vou para a zona do Chiado, sinto-me numa cidade diferente, cosmopolita, cheia de vida a qualquer hora, cheia de pessoas tão diferentes, que parecem por vezes estar a culturas de distância. é, sem dúvida, uma das zonas de Lisboa onde mais gosto de passear. 
ontem foi noite de teatro: Esperança - a Velha, no Teatro da Trindade. estava um belíssimo fim de tarde para andar por ali, jantámos no To Burguer or Not To Burguer, que eu queria experimentar há tanto tempo, e adorei: o atendimento muito eficiente e de uma simpatia rara, os hambúrgueres ótimos, as batatas em doses generosas, os sumos naturais divinais, as sobremesas de encher o olho (não comi, de tão cheia que estava).
a peça consiste muito resumidamente num monólogo, magnificamente interpretado pelo ator César Mourão. engane-se quem vai à espera de comédia. ou melhor, quem espera apenas isso. não imaginava que por trás daquele ar bonacheirão e divertido houvesse um ator tão bom, que enche o palco (sozinho, recordo) com momentos de drama tão sentidos. é verdade que a maior parte do tempo é composta por gargalhadas. mas é no restante que a intensidade dramática mostra o ator que ele é... e chega a nós, diria eu, de forma muito mais emocional. 
muitos de nós nos queixamos de que vamos pouco ao teatro. eu pelo menos gosto tanto, que gostaria de ir com mais frequência. e fico muito contente por não ter deixado passar esta oportunidade, porque é raro vermos um palco tão cheio de talento e humildade, sem darmos pelo tempo que passa, porque estamos divertidos e emocionados. não percam, se puderem.

Sem comentários: