2016

2016

03 setembro 2015

Elogio da Madrasta

se há escritor a quem recorro de tempos a tempos é Mario Vargas Llosa. além de ter um dos livros que elegeria para um top 5 dos livros da minha vida, Travessuras da Menina Má, tem uma escrita muito cinematográfica e cheia de humor. neste Elogio da Madrasta, existem ambos os ingredientes, a que o autor junta uma pitada de erotismo. não há escrita como a sua, que apimente tanto a imaginação, aliada ao humor e sempre dentro da ténue linha que o poderia tornar uma leitura de algibeira. às cenas de alcova absolutamente deliciosas entre as personagens, Vargas Llosa junta capítulos delirantes sobre obras primas da pintura, também elas erotizadas e descritas pelas figuras que lhes pertencem. é um livro pequeno e leve, que desperta a imaginação e a boa disposição. 

sinopse

Sem comentários: