2016

2016

17 setembro 2015

Monte Góis

apesar de o ter há muito tempo na minha lista de lugares a visitar, a nossa comunicação não começou da melhor forma. ultrapassado o obstáculo inicial, decidi fazer a reserva para duas noites, mas fui com algumas cautelas. esperava que o lugar me desiludisse de alguma forma, influenciada que estava pela primeira impressão. felizmente, não passou disso mesmo, de uma primeira impressão. 
o Monte Góis é uma espécie de pequeno paraíso na terra. situado num monte alentejano, mais concretamente a alguns quilómetros de Almodôvar, é o local perfeito para quem pretende descansar. tem duas piscinas exteriores, um spa (onde aproveitámos o jacuzzi numa tarde de chuva) e um espaço exterior imenso, ótimo para quem tem filhos, ainda com o bónus (para quem, como eu, gosta de animais) de ter sempre por perto os cães do monte, uma gata que é um mimo, burros, coelhos e galinhas a saltitar de um lado para o outro. mal vimos o casal dono do espaço, mas contámos sempre com a simpatia e disponibilidade das senhoras que, sempre discretas, fazem com que tudo esteja impecavelmente a funcionar.
na primeira noite, optámos por lá jantar e o único reparo que tenho é em relação ao tempo que demoraram a servir e que é, acredito, típico do ritmo alentejano, que noutras circunstâncias tanto adoro - devagar devagarinho. mas valeu bem a pena, que a comidinha caseira é maravilhosa e dá alento à alma, quando estamos longe de casa (mesmo que de férias). ao pequeno almoço, nada nos falta: dos sumos naturais e detox às panquecas com doces caseiros e rabanadas, passando por todas as outras coisas boas que sempre existem num pequeno almoço digno desse nome. em relação ao espaço: a decoração é rústica e muito bonita, cheia de pensamentos positivos espalhados por todo o lado, a sala de estar com os seus janelões enormes virados para o monte, os quartos simples e acolhedores, a sala de refeições cheia de pormenores deliciosos, como as lanternas com velas acesas ou ramos de árvores pintados e pendurados no teto. em fundo, há sempre boa música, uma espécie de Smooth FM, que me traz tanta paz de espírito.
foram quase três dias de descanso absoluto, que souberam mesmo a férias. e, cereja no topo do bolo, uma passagem por Milfontes para matar saudades, que fica para um próximo post. :)











Sem comentários: