2016

2016

30 setembro 2015

SOS Refugiados

há momentos em que a Antena 1, estação de rádio onde trabalho, me enche de orgulho. o assunto é sério e a nossa missão, enquanto serviço público, é dar voz a iniciativas como esta: a crise dos refugiados é tema de abertura de noticiários, de primeiras páginas de jornais e, mais recentemente, de conversas sérias e de tomadas de posição e de consciência, porque já não vivemos num mundo cheio de barreiras e fronteiras e creio que, cada vez mais, as pessoas vão tendo essa noção. 
hoje, ao ouvir este testemunho do Nuno Félix, que está no local, na Croácia, num campo de refugiados, senti que esta é, sem dúvida, a nossa maior missão: a de estarmos aqui por uma razão e não podermos de forma alguma virar costas a quem precisa. seja o nosso vizinho do lado ou a família que foge do seu país, tentando sobreviver e garantir um futuro para os seus filhos, mesmo que isso signifique abdicar de parte da sua cultura e da sua identidade, viver num país diferente, com outra língua e outros costumes, sem saber se ou quando poderá regressar à sua pátria num cenário de paz.
o grupo Famílias Como as Nossas tem sido o maior exemplo de coragem e generosidade, que não precisou de fundos nacionais ou europeus para se fazer à estrada. os testemunhos são impressionantes e deixam-me um misto de coração apertado, por não poder estar lá a ajudar (pelo menos para já), e de orgulho, porque estas pessoas são portuguesas e deixaram o conforto das suas casas, da sua vida de todos os dias e sobretudo das suas pessoas, para olharem por aqueles estranhos, que não são mais do que pessoas iguais a nós a tentar sobreviver. 
brevemente, haverá mais um camião que partirá rumo aos campos de refugiados para lhes levar bens e mantimentos, que permitam minimizar o sofrimento destas pessoas. até dia 10 de outubro, em vários locais espalhados pelo país, será feita a recolha desses bens. se alguém desse lado for da zona de Cascais, Oeiras ou Lisboa e não tenha disponibilidade ou tempo para se deslocar aos locais de recolha, peço-vos que me enviem um mail (enjoying.ride@gmail.com) para combinarmos a entrega, que eu comprometo-me a entregar tudo no Braço de Prata. entretanto, aqui ficam todos os pontos do país onde poderão fazê-lo:


PORTO
Kuri Kuri Shop
Rua do Rosário, 242
De 3ª feira a sábado, das 13h30 às 20h

Central Mensageiro Porto
Rua de João das Regras, 62
4000-290 Porto

Igreja da Areosa
Rua Nossa Senhora da Areosa
De 2ª a 6ª feira, das 9h30 às 12h e das 14h30 às 18h

LISBOA
Fábrica Braço de Prata
Rua da Fábrica de Material de Guerra, 1
De 4ª a sábado, das 18h às 24h

Central Mensageiro Lisboa
Av. Carolina Micaelis, 4 
2795-046 Linda a Velha

ESPINHO
Junta de Freguesia de Espinho
Rua 23, 271
De 2ª a 6ª feira, das 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h

SÃO ROMÃO DO CORONADO
Agrupamento dos Escuteiros
Largo de São Bartolomeu 
Domingos
Das 9h30 às 12h30

VILA DO CONDE
Café Pátio
De 2ª a 6ª feira, das 13h às 02h
Sábado das 14h às 02h
Somingo das 16h às 02h

FAMALICÃO
Setlevel
Rua da Indústria, Lote 9
Vilarinho das Cambas
De 2ª a 6ª feira, das 10h às 19h

2 comentários:

Joana disse...

Boa iniciativa!
Todos os dias agradeço por haver boas pessoas neste mundo, e pessoas dispostas a fazer a diferença na vida dos outros, por muito pequena que seja.

Enjoy the Ride disse...

obrigada, Joana. se quiseres entregar alguma coisa e não tiveres como, manda mensagem.