2016

2016

04 outubro 2015

do voto

embora o argumento seja válido - o de que mudam os governos, mas no fundo é mais do mesmo - há um milhão de razões válidas para que não deixemos de votar. quanto mais não seja pela esperança, que nos devia mover, de que a nossa vida pode e vai melhorar, se para isso contribuirmos. podia fazer uma dissertação histórica sobre o quanto o voto demorou a conquistar, sobretudo para as mulheres, mas isso já todos temos enraizado. 
importante, creio eu, é não deixar em mãos alheias a decisão do nosso futuro. seja para apoiar um partido, seja para demonstrar descontentamento, o voto é único, é nosso e, no limite, é a única forma que cada um de nós tem de se expressar individualmente em democracia. 
por isso, não deixem que qualquer desculpa sirva para não o fazerem: votem!

Sem comentários: