2016

2016

22 maio 2016

da admiração

há uns dias, tive o privilégio de conhecer pessoalmente a Inês Teotónio Pereira. admiro muito a escrita simples com que ela fala da maternidade e da família, a forma como descomplica aquilo que tantas vezes parece (ou é) complicado. a Inês é de uma simpatia desarmante e, por isso mesmo, achei que lhe devia dizer que escreveu o texto mais bonito que conheço sobre os irmãos: um texto bonito e sentido, que eu gostaria de ter tido a arte e o engenho de escrever. e pedi-lhe autorização para o emoldurar e oferecer à minha irmã, ideia que a Inês adorou, porque há palavras que devem ser imortalizadas.


Sem comentários: