2016

2016

19 agosto 2016

cinema em agosto

o mês de agosto, preferencialmente escolhido por muita gente para gozar férias, é também o mês em que, como os miúdos estão de férias, a maior parte das estreias no cinema são de filmes de animação. cada vez mais, os desenhos animados têm muita qualidade e mensagens devidamente direcionadas para miúdos e graúdos. e são eles que salvam muitas vezes a silly season. a nós, pelo menos, salvam-nos as noites em que queremos ir ao cinema e só há comédias sem graça em cartaz.

ontem foi dia de estreia d' A Vida Secreta dos Nossos Bichos e a sala estava esgotada. do ponto de vista da história, acho que ideia era brilhante, mas não foi bem executada: o argumento tinha algumas fragilidades, mas a verdade é que as crianças não ligam a isso e são elas o alvo principal. por outro lado, o grafismo é brilhante e a banda sonora muito bem conseguida (Alexandre Desplat). vale a ida ao cinema em família. 



é verdade que À Procura de Dory não tem o fator surpresa do primeiro filme, À Procura de Nemo, mas não lhe fica nada atrás. a história é simples: as aventuras de uma peixinha pelo oceano e por um parque aquático fora, com todos os obstáculos que lhe vão surgindo e que só com a ajuda dos amigos consegue resolver. o valor da família, da amizade, da entreajuda, tudo isso passa através das peripécias - algumas de cortar a respiração - destes adoráveis bichinhos do mar.

2 comentários:

Dulce disse...

Olá! Que bom ler-te outra vez :)
Fui hoje ver esse filme com a família e gostamos muito. Porque é que achas que a ideia não foi bem executada?
Fico à espera dos próximos posts sobre a tua viagem à Holanda. Este é um país que eu quero mesmo muito conhecer portanto as tuas sugestões são muito bem vindas!
Já li o livro do Joel Neto e também gostei bastante; agora ando a ler " Correcções" do Jonathan Frazen e também estou a gostar.
Continuação de boas férias!

Enjoy the Ride disse...

obrigada, Dulce! :)
achei o argumento (coisa de gente grande) um pouco rebuscado, sem rumo.
fiquei-me por Amesterdão, mas há mais 3 ou 4 cidades holandesas onde adoraria ir.
nunca li nada do Jonathan Frazen, mas está na lista de não-morrer-sem-ler. :)
as férias já terminaram há uns dias, agora energia renovada e muito trabalho até à próxima viagem. ;)