voltar

ao longo da vida, somos confrontados com uma série de acontecimentos que não controlamos e para os quais precisamos de tempo para assimilar, aceitar e seguir em frente. a nossa reação é muitas vezes desconhecida, estranha e nem sempre sabemos como lidar com o que nos acontece. vamo-nos adaptando, acordando todos os dias sem ter a certeza de saber pisar o chão. ou a falta dele. 
um ano e meio é muito tempo. foi o tempo de que precisei para sentir novamente a vontade de escrever. nesse período, foram muitas as vezes em que tive vontade de partilhar por aqui pensamentos, lugares novos, livros que descobri, canções que me marcaram. de todas as vezes em que me apeteceu fazê-lo, desisti. até agora.
porquê agora? porque sinto mesmo que a escrita, ainda que simples, me preenche. porque sinto falta de quem lê, mesmo que não comente. porque, tal como gosto de descobrir o mundo através dos olhos de tantas pessoas que leio, gosto de imaginar que talvez também possa contribuir para que alguém se entusiasme com uma viagem de que falo, com uma casa bonita que partilho, com um filme que me inspirou. sinto falta deste sentido de comunidade que o blog me traz, ainda que numa escala pequena. sinto falta de ter esta extensão, onde posso ser mais um pouco do que o meu trabalho me pede ou do que o dia-a-dia me permite. sinto falta deste refúgio, como se fosse mais uma assoalhada do sítio a que chamo casa. sem regras, sem obrigações, apenas quando me apetece.
por isso, é bom regressar a casa. sejam bem vindos todos os que regressarem comigo.


Comentários

Dulce disse…
Que surpresa boa!
Bem vinda
Beijinhos
Sara Gonçalves disse…
Cá estamos. Bom regresso.
Enjoy the Ride disse…
bem vindas de volta também! :)
Diana Ribeiro disse…
Só agora me apercebi do "regresso" do blog. Já tinha muitas saudades!